Restaurante Popular recebe mobiliário e reabre nesta quinta-feira

A Prefeitura de Curitiba vai reinaugurar o Restaurante Popular do Capanema nesta quinta-feira (16). O local deve fornecer 500 refeições por dia para a população com custo de R$ 2. Funcionários da Ozzi Tecnologia em Alimentos, que venceu uma licitação realizada no ano passado e será responsável pela unidade, também participam dos trabalhos de colocação de móveis e utensílios no local.

Hoje, o espaço começou a receber o mobiliário da praça de alimentação e das áreas de apoio. “O Restaurante Popular do Capanema retorna, nesta semana, para atender a uma solicitação da população do entorno e, ao mesmo tempo, garantir o direito ao acesso universal à alimentação”, diz o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, Luiz Gusi.

O secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, Luiz Gusi, explica que não haverá cozinha no restaurante do Capanema, por uma questão de espaço, mas uma área para recebimento das refeições e inspeção pelas nutricionistas da Smab. Para garantir a integridade nutricional e sanitária, os alimentos serão preparados no restaurante do Pinheirinho, já administrado pela Ozzi, e transportados, diariamente, em caixas térmicas para a unidade do Capanema. “Por isso, a necessidade desses imensos equipamentos (‘pass through’) de acondicionamento quente ou frio”, observa ele.

A obra, sob o viaduto do Capanema e próxima à rodoferroviária, recebeu R$ 1,3 milhão de investimento e é uma medida compensatória socioambiental pela implantação do estacionamento subterrâneo, na Avenida Presidente Affonso Camargo, pelo consórcio ETM (formado pelas empresas Estapar, Tucumann e J. Mallucelli).

O novo restaurante popular terá bilheteria, praça de alimentação, espaço de recebimento e manipulação das refeições, área de higienização de utensílios, banheiros, vestiários e salas de apoio. Na parte externa do local, de frente para a Avenida Affonso Camargo, estará o espaço de atendimento da Fundação de Ação Social (FAS). No espaço oposto, estará o posto da Guarda Municipal.

FONTE: https://paranaportal.uol.com.br/cidades/curitiba-rmc-litoral/restaurante-popular-recebe-mobiliario-e-reabre-nesta-quinta-feira/


Curitiba/PR: Restaurante Popular tem grafite em homenagem a Ida Hannemann

Nesta quarta-feira (17/1), na véspera de inaugurar o Restaurante Popular do Viaduto do Capanema, o prefeito Rafael Greca foi ao local conhecer o painel pintado pelo artista Ferge Grafitti na parede de 9 metros de comprimento por 2,5 metros de altura, que fica no interior do salão de refeições.

O painel é uma homenagem à artista Ida Hannemann de Campos e o prefeito ficou encantado com a obra. “Eu quis um painel que reproduzisse as gralhas azuis, as pinhas e os pinhões da dona Ida Hannemann de Campos, porque sua obra representa a fartura dos campos de Curitiba, lugar onde nunca falta alimento, onde Deus provê todos os dias o sustento para os pássaros e para os bichinhos da mata da araucária”, disse Greca. “O Ferge, que é um excelente grafiteiro, não só reproduziu à perfeição a obra dessa mestra da pintura paranaense, como acresceu a paisagem do Restaurante Popular do Capanema, assim como a paisagem de nossa Estrada de Ferro.”

O prefeito comparou a obra dos dois, lembrando que ela, aos 95 anos e ainda em atividade, vem da escola do norueguês Alfred Andersen – radicado em Curitiba até seu falecimento -, enquanto Ferge, mais moderno, simboliza a sucessão artística que está se multiplicando. “É um piá do Bairro Novo e há quase cem anos de diferença entre eles, mas uma proximidade muito grande na arte e na sensibilidade” – comentou, lembrando que a inspiração do grafiteiro foi o painel de Ida Hannemann de Campos que fica na praça em frente ao Asilo São Vicente de Paula.

Segundo Ferge, o trabalho representa também a chance de expor num ambiente de grande circulação de pessoas. “É uma oportunidade que a Prefeitura abre para gente da periferia mostrar o trabalho na região central”, disse o artista que é morador do Bairro Novo B.

Para compor o painel, com proporção de 9 metros x 2,5 metros foram usadas de 40 a 60 latas de spray e cobertura de verniz e consumidas 12 horas de criação.

Os artistas aproveitaram a ocasião para presentear o prefeito. Ferge lhe deu uma obra sua e entregou outra a Ida. Esta, por sua vez, entregou um livro de Regina de Barros Correia Casillo no qual sua obra é toda retratada. Greca, em troca, presenteou com o livro que escreveu sobre a cidade, Curitiba Luz dos Pinhais, onde a artista plástica é citada e tem sua obra descrita nas páginas 167 e 168.

O novo restaurante

O novo Restaurante Popular, que integrará a rede administrada pela Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Smab), terá bilheteria, praça de alimentação, espaço de recebimento e manipulação das refeições, área de higienização de utensílios, banheiros, vestiários e salas de apoio. Na parte externa do local, de frente para a Avenida Affonso Camargo, estará o espaço de atendimento da Fundação de Ação Social (FAS). No espaço oposto, de quem desce pela Rua Ubaldino do Amaral, estará o posto da Guarda Municipal.

O prefeito Rafael Greca foi recepcionado pelo secretário Luiz Gusi, titular da Smab, que lhe mostrou todas as dependências do novo restaurante, e estará novamente presente no local nesta quinta-feira (18), quando acontecerá a inauguração oficial da nova praça de alimentação da cidade.

“O restaurante reabre, sonho meu e da Margarita, uma das razões de minha candidatura a prefeito, para de novo voltar a ser um espaço humanitário onde já foi um mocó e uma cracolândia”, comentou o prefeito.

Medida compensatória

A obra do Restaurante Popular foi executada pelo consórcio ETM (Estapar, Tucumann Engenharia e J. Malucelli) como medida compensatória socioambiental à construção do estacionamento subterrâneo, na Avenida Affonso Camargo, cujas obras têm início previsto para o mês de março e estimativa de execução de 15 a 18 meses.

O novo estacionamento terá no mínimo 450 vagas com acessos pela Rodoviária e pelo Mercado Municipal.

Vencedor da licitação feita pela Prefeitura em 2012, o consórcio ETM é responsável pelo empreendimento e também pela modernização e operação do estacionamento de superfície da Rodoviária e do subterrâneo na Praça Rui Barbosa, hoje administrados pela Urbs.

A concessão de exploração dos três estacionamentos é pelo período de 20 anos. Em contrapartida, o consórcio repassará ao município 10,39% da receita bruta obtida com a exploração do local.

Na ocasião das obras, as intervenções nas faixas de circulação serão feitas por etapas, de forma a garantir a segurança a motoristas e pedestres e que não haja bloqueio de trânsito de veículos e dos ônibus biarticulados das linhas Centenário/Campo Comprido e Pinhais/Rui Barbosa.

 

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/restaurante-popular-tem-grafite-em-homenagem-a-ida-hannemann/44762.


Estacionamento Subterrâneo

O presidente da Urbs, Roberto Gregório da Silva Junior, reúne-se na próxima semana com representantes do consórcio Estacionamento ETM, contratado em outubro do ano passado para construção e operação de um estacionamento subterrâneo na Avenida Presidente Affonso Camargo, integrando o Mercado Municipal e a Rodoviária. Na reunião, serão definidos detalhes para início das obras, que ainda não tem data definida.

Formado pelas empresas Estapar, Tucumann Engenharia e J. Malucelli, o consórcio foi vencedor de licitação feita pela Prefeitura em 2012 e que inclui, além do novo estacionamento, a modernização e operação do estacionamento de superfície da Rodoviária e outro, o subterrâneo na Praça Rui Barbosa, hoje administrados pela Urbs.

O contrato prevê um investimento de R$ 32 milhões a ser feito pela ETM, com a concessão de exploração dos três estacionamentos pelo período de 20 anos. Em contrapartida, além do investimento inicial, o consórcio repassará ao município 10,39% da receita bruta obtida com a exploração do local.

Pelo projeto, o novo estacionamento terá no mínimo 450 vagas com acessos, os principais pela Rodoviária e pelo Mercado Municipal. Antes de iniciar as escavações, a empresa deverá abrir uma pista secundária na Avenida Affonso Camargo, que será usada como desvio do tráfego durante as obras, de forma a não haver bloqueio de trânsito em uma das vias mais movimentadas da cidade e por onde passam os biarticulados Centenário/Campo Comprido e Pinhais/Rui Barbosa. O projeto executivo a ser apresentado pelo consórcio no prazo de 90 dias será submetido à análise e aprovação do Ippuc e da própria Urbs.

Este será o segundo estacionamento subterrâneo municipal. O primeiro, na praça Rui Barbosa, foi implantado em 1997. Com 189 vagas, a garagem subterrânea da Rui Barbosa será modernizada, recebendo pintura, sinalização, iluminação, novos processos de operação informatizada e câmeras de monitoramento. Processo semelhante será feito no estacionamento de superfície da Rodoviária que oferece 300 vagas.

A construção de mais uma garagem subterrânea vai praticamente dobrar a oferta de vagas em estacionamentos municipais, número que vai passar de 489 para 939 vagas.

FONTE: https://www.urbs.curitiba.pr.gov.br/noticia/estacionamento-subterraneo