Grupo Cataratas anuncia início da construção do AquaFoz

 

FOZ DO IGUAÇU (PR) - Um novo atrativo vai enriquecer a oferta turística da paranaense Foz do Iguaçu nos próximos anos. Aconteceu hoje (1), com a presença do governador do Paraná, Ratinho Júnior, e da ministra do Turismo, Daniela Carneiro, o lançamento das obras do AquaFoz, o Aquário de Foz do Iguaçu. O complexo é idealizado pelo Grupo Cataratas, que prevê investir R$ 100 milhões no desenvolvimento com 300 empregos diretos gerados.

Segundo explicaram os desenvolvedores, a emissão da Licença de Instalação foi concluída pelo Instituto Água e Terra (IAT) em maio e foi entregue pelo governador à diretoria do Grupo Cataratas. O licenciamento permite que o grupo que vai gerir e administrar o aquário inicie as obras e, na sequência, as atividades comerciais.

A previsão é que o AquaFoz seja inaugurado em dois anos, no primeiro semestre de 2025.

“Este é mais um grande investimento para Foz do Iguaçu, feito por um grupo com expertise no setor turístico e que já tem um case de sucesso com o Aquário do Rio de Janeiro. Além de gerar cerca de 300 empregos, esse projeto vai se tornar mais um atrativo turístico para a cidade, fazendo com que os turistas permaneçam mais tempo na cidade e gastem mais no comércio local.”

Ratinho Júnior

“Além do AquaFoz, temos encaminhada a instalação do Museu Pompidou na cidade, que está entre os cinco maiores do planeta, e estamos buscando parcerias para que outros museus venham para cá, porque o Turismo de museu movimenta bilhões em recursos todos os anos”, acrescentou o governador.

O lançamento do aquário aproveita a realização da edição 2023 do Festival das Cataratas, que acontece até amanhã (2) na cidade.

A ATRAÇÃO
O AquaFoz será construído em uma área particular, de 23 mil metros quadrados, na entrada do Parque Nacional do Iguaçu, ao lado do Centro de Visitantes, na BR-469. O espaço contará com diversos tanques com espécies de água doce e de ecossistemas marinhos que somam um volume total de aproximadamente 3,5 milhões de litros de água.

 

FONTE: https://www.panrotas.com.br/destinos/parques-tematicos/2023/06/grupo-cataratas-anuncia-inicio-da-construcao-do-aquafoz_197137.html

Solidariedade S/A: Empresas da comunidade portuária doam R$ 2,5 milhões para o Hospital Regional do Litoral

Um grupo de 30 empresas da comunidade portuária do Paraná se uniu e doou R$ 2,5 milhões para equipar o Hospital Regional de Paranaguá, no litoral do do estado.

O grupo inclui companhias privadas, sindicatos patronais e cooperativas

Cerca de R$ 1,3 milhão já foram aplicados no pagamento de serviços e na compra de aparelhos e suprimentos, como oxigênio para a ala de pacientes com a Covid-19.

Fernando Fiorucci, porta-voz da comunidade portuária, destacou a importância da iniciativa das empresas.

"Acho que é uma forma das empresas se mostrarem responsáveis nas sociedades onde eles atuam e valorizando o que a gente mais importa, que é a vida, vida do cidadão, a nossa vida, que é o maior valor", comentou.

Veja, abaixo, a lista das empresas participantes das doações para o hospital de Paranaguá:

  • Bunge Alimentos S/A
  • Cargill Agrícola S/A
  • Cattalini Terminais Marítimos S/A
  • Cimbessul S/A
  • Centro Sul Serviços Marítimos LTDA
  • Copadubo de Transportes e Logística S/A
  • Coperativa de Transportes de Cargas e Anexos LTDA
  • Sindicato da Indústria e Adubos e Corretivos Agrícolas no Estado do Paraná
  • Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de bens de Paranaguá
  • Cotriguaçu Cooperativa Central
  • Fertipar Fertilizantes do Paraná LTDA
  • Fortesolo Serviços Integrados
  • Fospar
  • Gransol Granéis Sólidos LTDA
  • Harbor Operadora Portuária LTDA
  • Interalli/CBL
  • Klabin
  • Marcon
  • Mosaic Fertilizantes
  • Multitrans Transportes e Armazéns Gerais LTDA
  • OGMO – Órgão de Gestão de Mão de Obra do Trabalhador Portuário e Avulso do Porto Organizado de Paranaguá
  • PASA – Paraná Operações Portuárias S/A
  • Sindicato dos Práticos dos Portos e Terminais Marítimos do Estado do Paraná
  • Rocha Terminais Portuários e Logística S/A
  • Rumo Logística
  • Sindicato das Agências de Navegação Marítima do Estado do Paraná (SINDAPAR)
  • Sindicato dos Operadores Portuários do Estado do Paraná (SINDOP)
  • TCP
  • Terin
  • Tibagi Serviços Marítimos Eireli

Ajuda em Foz do Iguaçu

Na região oeste do estado, o Grupo Cataratas, fundado há 21 anos, administra o Parque Nacional do Iguaçu e o Marco das Três Fronteiras, em Foz do Iguaçu.

A empresa doou R$ 400 mil para a compra de alimentos e cestas básicas destinadas a trabalhadores informais, como guias de turismo autônomos, que ficaram sem atividade neste período de isolamento social, e também a famílias em situação de vulnerabilidade social na cidade.

"Nós precisamos, neste momento, de humanidade, de solidariedade e de união. O momento não é de olhar para si, mas de olhar para o lado e ver quem está precisando e estender a mão", ressalta Adélio Demeterko, diretor da Cataratas S/A.

FONTE: https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2020/04/30/solidariedade-sa-empresas-da-comunidade-portuaria-doam-r-25-milhoes-para-o-hospital-regional-do-litoral.ghtml


Comunidade portuária arrecada 9 mil cestas básicas para doação

Uma grande ação de solidariedade reuniu funcionários dos portos do Paraná, empresas e órgãos da comunidade portuária de Paranaguá e Antonina, que arrecadaram 125 toneladas alimentos para a campanha Cesta Solidária. Parte das 9 mil cestas básicas foram recebidas nesta quarta-feira (31), no Palácio Iguaçu, pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, para posteriormente serem distribuídas a famílias em situação de vulnerabilidade social.

A arrecadação foi feita entre funcionários públicos, operadores, terminais, transportadoras, armazéns, praticagem e o Órgão Gestor de Mão de Obra (OGMO) dos portos de Paranaguá e Antonina. Além deles, todos os órgão e secretarias do Estado estão mobilizados para contribuir com a iniciativa, promovida pela Superintendência Geral de Ação Solidária (SGAS), integrando a força-tarefa “Menos Eu, Mais Nós”, com apoio da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil.

A comunidade também pode contribuir. Até a próxima terça-feira (06), 131 postos de coleta montados nas unidades do Corpo de Bombeiros do Paraná estão recebendo as doações entre as 10h e às 17h. Os endereços estão disponíveis neste LINK.

“Essa campanha reúne voluntários, servidores, empresas públicas e privadas do Paraná, para ajudar na doação de alimentos e demonstra a solidariedade do povo paranaense, que se preocupa com o próximo e tem ajudado em todos os momentos difíceis neste um ano de pandemia”, afirmou o governador. “É um momento difícil, temos situações de pessoas que não estão podendo trabalhar e pôr comida na mesa. Com essa demonstração de apoio poderemos atender as pessoas que mais precisam”, salientou.

“Os funcionários e a comunidade portuária, mais uma vez, atenderam ao chamado da sociedade e se prontificaram a ajudar quem está passando por dificuldades”, destacou o diretor-presidente da empresa pública Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia. “Foi assim também no ano passado, quando empresas e entidades se juntaram para investir R$ 2,5 milhões em melhorias no Hospital Regional do Litoral, centro de referência no tratamento da Covid-19 na região”, lembrou.

O secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, também acompanhou a entrega e destacou a ação solidária. “Quero cumprimentar e agradecer todos os colaboradores e as empresas que contribuíram. Os portos do Paraná são os mais eficientes e também os mais solidários do Brasil”, afirmou.

ALIMENTOS – No total, foram arrecadados pela comunidade portuária 45 toneladas de arroz, 25 toneladas de açúcar; 9 toneladas de fubá; 9 toneladas de farinha de trigo; 9 toneladas de feijão; 9 toneladas de sal; 4,5 toneladas de macarrão; 4,5 toneladas de farinha de milho; 2.250 quilos de café; 9 mil pacotes de bolacha e 9 mil garrafas de óleo de soja; além de 36 mil rolos de papel higiênico.

A primeira remessa, com 2 mil cestas, foi entregue nesta quarta-feira (31). Uma segunda parte, com outras 3 mil unidades, foi armazenada diretamente no Centro de Distribuição da Defesa Civil, Curitiba. Nos próximos dias, o restante das doações chega para completar os lotes.

O coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Fernando Schunig, explicou que os alimentos serão distribuídos em todo o Paraná, incluindo as comunidades e ilhas do Litoral do Estado. “Sabemos da necessidade das pessoas, principalmente aquelas mais afetadas pela pandemia da Covid-19. Como foi feito outras vezes pela Defesa Civil, essas cestas chegarão a todas as regiões, inclusive ao Litoral, às ilhas. O objetivo é que abasteçam todas as pessoas que mais precisam”, disse.

PARANÁ SOLIDÁRIO – Ações como o Cesta Solidária, que está em segunda edição, têm sido o foco da Superintendência de Ação Solidária desde o início da pandemia. Elas já geraram resultados diretos e contribuições que ultrapassaram as barreiras geográficas. Recentemente, o Governo do Paraná recebeu o prêmio de “Estado mais solidário do Brasil”, concedido pelo programa Pátria Voluntária do Governo Federal em 2020.

PARTICIPAÇÃO – Além da equipe da Portos do Paraná, participaram da ação as empresas: Bunge Alimentos; CAP Logística; Cargill; Cattalini Terminais Marítimos; Centro Sul Serviços Marítimos; Coamo; Copadubo; Cotriguaçu; Fertipar; Fortesolo; Fospar; Gransol; Grupo Interalli; Harbor Operações Portuárias; Klabin; LDC - Louis Dreyfus Commodities; Marcon Logística Portuária; Montepar; Multitrans Transportes e Armazéns Gerais; Newport Agência Marítima e Operadora Portuária; OGMO Paranaguá; Paranaguá Pilots; Pasa Paraná Operações Portuárias; Rocha Terminais Portuários e Logística; Rocha Fertilizantes; Rumo Logística; Sindicato das Agências de Navegação Marítima do Estado do Paraná (Sindapar); Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP); Tibagi Serviços Marítimos; Terminais Portuários da Ponta do Félix (TPPF); e Tucumann Engenharia e Empreendimentos.

 

FONTE: http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=111582&tit=Comunidade-portuaria-arrecada-9-mil-cestas-basicas-para-doacao