A previsão do Governo do Paraná era anunciar o início das obras da revitalização da orla de Matinhos, no litoral paranaense, logo após o carnaval, mas terá que esperar, pelo menos, mais 30 dias.

O motivo é que esse tempo é o prazo para o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) emitir a autorização para o início das obras, a partir da análise de um relatório de risco enviado pelo Consórcio Sambaqui, vencedor da licitação para a realização das obras, uma obrigação legal para uma intervenção deste porte, necessário para o início das obras.

Por outro lado, o consórcio informou que está seguindo com todos os trâmites necessários para o início das atividades, como a instalação do escritório e do canteiro de obras, bem com a contratação de mão de obra e a cotação do material de contenção.

Conforme a Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Turismo (Sedest), responsável pelo projeto, esse é o período conhecido como mobilização de equipamentos, pessoal e materiais. Após essa fase é que a obra deve ser iniciada.

Ainda segundo a pasta, as empresas que fazem parte do consórcio vencedor já estão efetuando a contratação de profissionais na Agência do Trabalhador de Matinhos, para priorizar a geração de vagas dentre a população do município.

A previsão é de que devem ser 300 vagas temporárias diretas criadas pelas obras para pedreiro, servente e operador de máquina.

Somente após estas etapas é que o governo estadual pretende realizar uma solenidade oficial de lançamento das obras, ainda sem data definida.

O prazo para a conclusão das obras é de 32 meses a partir da contratação. Portanto, a previsão é que isso aconteça em outubro de 2024.

 

FONTE: https://cbncuritiba.com.br/materias/previstas-para-inicio-apos-o-carnaval-obras-na-orla-de-matinhos-devem-demorar-mais-30-dias-para-comecar/