Mais três empresas com atuação no Porto de Paranaguá receberam nesta semana a Declaração de Cumprimento, expedida pela Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (Conportos). O documento certifica que Coamo, Cotriguaçu e Pasa estão de acordo com o Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS Code, em inglês). Com o atestado em mãos, as entidades podem oferecer uma garantia a mais para importadores e exportadores.

“A Declaração de Cumprimento das normas do ISPS Code, de segurança portuária, foi concedida após as inspeções realizadas na Cotriguaçu, Pasa e Coamo”, informa Bruno Bassani Rebelo, delegado da Polícia Federal e coordenador titular da Cesportos Paraná. “Foi entendido que elas cumpriram todas as etapas. Esse código, além de certificar que se trata de uma instalação portuária segura, demonstra que a empresa se preocupa em todos os aspectos, a respeito de tecnologia da informação também e não só a segurança física das instalações”, explica.

“Essa certificação dá maior credibilidade, maior segurança para quem negocia com eles e facilita também a exportação, a importação. É um selo de qualidade a mais que eles têm”, destaca o delegado.

De acordo com o coordenador de Segurança da Unidade Administrativa de Segurança Portuária (UASP) da Portos do Paraná e membro da Cesportos, Ivan Plantes Machado, Coamo, Cotriguaçu e Pasa atenderam a todos os pré-requisitos do ISPS Code e da Conportos referente à segurança portuária. “São mais de 200 itens checados nas auditorias. Isso tudo é válido para acordos internacionais de importação e exportação e significa que as empresas estão seguras para fazer essa operação de comércio exterior. Isso é uma garantia de que o terminal é seguro”, destaca.

“A Coamo recebe essa Declaração de Cumprimento com satisfação porque ela vem reforçar o comprometimento do processo de segurança tanto patrimonial quanto de pessoas em nossos terminais portuários. Já temos uma cultura de desenvolver a segurança patrimonial e o reforço do ISPS Code traz uma nova marca ao nosso processo”, comemora João Ivano Marson, gerente de Operações Portuárias da Coamo.

Para o gerente da Cotriguaçu, Rodrigo Buffara Farah Coelho, ter o certificado e cumprir o ISPS Code traz muitos benefícios. “A gente entendeu desde sempre que o ISPS é algo bom para a empresa, demonstra que nos preocupamos com segurança patrimonial. Não deixa de ser também a segurança de pessoas e da unidade como um todo. Tivemos o apoio total da diretoria para fazer acontecer. Estávamos ansiosos pelo documento”, aponta.

Já Osvaldo Inácio da Silva Junior, supervisor administrativo e financeiro da Pasa, destaca a mudança de cultura que a Declaração de Cumprimento leva à sua empresa. “Não é mais uma regra a ser cumprida, mas uma cultura a ser atendida no dia a dia. Também quero ressaltar o profissionalismo como tudo foi conduzido na fiscalização que nós tivemos. Diante de cada exigência, a explicação do porquê da atividade, da validade e o benefício daquele quesito”, finaliza.

FONTE: https://www.aen.pr.gov.br/Noticia/Porto-de-Paranagua-tem-mais-tres-empresas-certificadas-com-codigo-de-seguranca