Maltaria Campos Gerais abre 545 vagas de trabalho para a construção civil. Previsão de conclusão é setembro de 2023

As obras da Maltaria Campos Gerais, em Ponta Grossa, começarão a ser movimentadas dentro das próximas semanas. A construtora responsável pela obra começará a disponibilizar vagas de emprego, no setor da construção civil, a partir da próxima semana em Ponta Grossa. Neste primeiro momento, haverá a contratação de 545 profissionais, e o recrutamento será realizado através da Agência do Trabalhador do município. As obras estão previstas para serem iniciadas em março, com previsão de conclusão para o mês de setembro de 2023 – a meta é inaugurar a primeira fase da maltaria no aniversário de 200 anos da cidade. O investimento total no empreendimento pode chegar a R$ 3 bilhões.

A Agência do Trabalhador já prepara um atendimento especial frente a isso, mas estará separando as seleções e limitando a quantidade de pessoas atendidas por dia, para evitar aglomerações neste momento de explosões de casos de covid. O secretário José Loureiro Neto relata que a seleção das vagas do setor da construção civil ocorrerá de forma fracionada por funções e por dias da semana. De segunda a quarta-feira (31/01 a 02/02) serão selecionadas, na sede da Agência do Trabalhador, as vagas para serventes de obra, para ambos os gêneros. “Trabalharemos no sistema de senhas limitadas a 300 pessoas por dia e todos os interessados nas vagas serão atendidos. Se necessário, aumentaremos os dias para cadastramento. Respeitaremos as medidas de saúde para o combate à covid-19, como o distanciamento entre as pessoas, o uso de máscara e álcool em gel”, destaca Loureiro.

Segundo informou o diretor da Agência do Trabalhador, Nilton Bahls, para estes três dias serão disponibilizadas 300 vagas para serventes de obras. “Depois, estaremos abrindo para as demais vagas na área da construção civil, nos próximos dias”, reforçou. Os trabalhadores selecionados deverão começar a trabalhar nas obras no início de março, logo após o Carnaval. Até lá, deverão ser realizadas as obras de terraplanagem no terreno, localizada às margens da PR-151, ao lado da Unidade de Beneficiamento de Leite da Unium, nas proximidades da fábrica da DAF. O investimento será executado pelas cooperativas Agrária, Frísia, Castrolanda, Capal, Bom Jesus e Coopagrícola, e, quando pronta, a fábrica estará apta para produzir 240 toneladas de malte por ano.

Prefeita exalta o aquecimento da economia municipal

Além desses postos de trabalho da maltaria, a Agência do Trabalhador está ofertando outras centenas de vagas para a próxima semana, totalizando mais de mil oportunidades de emprego. “Nesta segunda, o trabalho será redobrado: montamos uma equipe especial para atender estas mais de mil vagas. É um fato inédito para a Agência”, disse Bahls. Para a prefeita Elizabeth Schmidt estes números demonstram que o momento econômico de Ponta Grossa está em evolução mesmo em tempos duros de pandemia. “Este recorde é reflexo deste cenário diferenciado que vivemos, diferente de outras cidades do Paraná e do Brasil. Somos referência no interior do Paraná em recolhimento de ICMS, o que demonstra que a cidade está produzindo, empregando e gerando riquezas, mesmo com todas as dificuldades. Damos as boas-vindas para a Maltaria Campos Gerais que alavancou, já no início do ano, a oferta de trabalho em Ponta Grossa”, frisou. Entre essas oportunidades estão 355 vagas para diversas áreas, 30 vagas para o setor de produção, com disponibilidade de viagem e 75 vagas de estágio para cursistas de ensino técnico e ensino superior.

 

FONTE: https://d.arede.info/ponta-grossa/409911/obras-de-maltaria-em-pg-terao-inicio-em-marco